Uma pesquisa realizada pela Sociedade Americana do Câncer mostrou que crianças que convivem com adultos fumantes têm mais risco de morrer através de uma doença grave de pulmão. Isso acontece, segundo os pesquisadores, mesmo que essas crianças não fumem durante suas vidas.

Já se sabia que crianças com pais fumantes têm mais risco de desenvolver problemas pulmonares ou vasculares na infância, como a asma. Porém, essa é a primeira pesquisa que mostra os efeitos na vida adulta.

A pesquisa

Foram analisadas mais de 70 mil pessoas não fumantes. Entre elas estavam homens e mulheres que foram observados por mais de 20 anos. O resultado encontrado mostra que aquelas pessoas que conviveram com um adulto fumante apresentaram mais complicações de saúde ao longo de suas vidas.

Perigos ao fumante pass6ivo

De acordo com os pesquisadores, a melhor forma de proteger as crianças é parando de fumar. O fumo passivo tem um grande impacto que vai muito além da infância.

Se você precisa de ajuda para parar de fumar, ligue para 0800 61 1997. Esse é o Disque-Saúde e através dele é possível solicitar auxílio de profissionais capacitados.