Dentro do planejamento das capacitações profissionais realizadas pelo Hospital Estadual de Jaraguá (HEJA) está o que estabelece o atendimento correto em casos de parada cardiorrespiratória (PCR), seja para atendimento dentro ou fora do Hospital. O último treinamento contou com palestra e aula prática ministradas pela enfermeira do SAMU Gabriela Alves Monteiro. Ela é especialista em atendimentos de urgência e emergência.

Coordenadora de Enfermagem do HEJA e organizadora da atividade, Eliete Martins de Azevedo, explicou que 15 profissionais participaram da capacitação. Eram enfermeiros, farmacêuticos e técnicos em enfermagem que precisam trabalhar em conjunto em casos de parada cardiorrespiratória.

Segundo Eliete, este tipo de situação é muito comum em unidades de saúde. “No HEJA, recebemos muitos pacientes, na maioria idosos, que já chegam ao Hospital com parada cardíaca. Outros evoluem para esse quadro depois que já se encontram internados”, pontuou.

Ação direta

Eliete disse que é notória a diferença na qualidade do atendimento das equipes de enfermagem após o treinamento, quando cada profissional passa a estar ciente de qual o seu papel no momento da emergência. “Por obra do destino, os participantes atenderam um real caso de parada cardiorrespiratória poucos minutos depois de terminarem o treinamento. Cada um soube exatamente o que fazer, sob a coordenação do enfermeiro”, lembrou.

Novos treinamentos estão agendados para as próximas semanas. São capacitações cujo foco é a qualidade no atendimento e segurança do paciente, evitando sofrimento e promovendo bem-estar aos que necessitam dos serviços do Hospital.