Apesar da importância da amamentação, muitas mães passam por obstáculos na hora de amamentar seus bebês. E isso faz com que uma boa parte delas desista da amamentação.

A boa notícia é que esses problemas têm solução! Pedir ajudar e ir atrás de informação são atitudes fundamentais para encarar essa missão com serenidade. Saiba quais são os maiores problemas e como resolvê-los.

Dor

A dor durante a amamentação pode ocorrer por diversos motivos, como bico rachado, seios muito cheios ou ingurgitados. A maioria desses problemas acontece porque o bebê pega o peito de maneira errada, não abocanha a auréola por completo, apenas o bico do seio ou morde o peito.

As primeiras semanas são as mais difíceis, pois a mama está passando pelo processo de adaptação. Para resolver, é preciso observar qual o motivo que levou isso a acontecer e ajustar a pegada do bebê o mais rápido possível. Expor os mamilos ao sol quando possível também pode aliviar a dor.

Pouco leite

Muitas mulheres ouvem que devem ter pouco leite ou que o leite é fraco quando o bebê não para de chorar. No entanto, não existe leite fraco ou pouca produção por parte da mãe. O que pode acontecer é um desequilíbrio causado quando o bebê não suga adequadamente.

É preciso ensinar o bebê a mamar do jeito certo com algumas manobras, como apoiar o queixo dele durante a mamada para fortalecer a musculatura e abocanhar totalmente a auréola, ao invés de pegar apenas o bico.

Bico invertido

Ter o bico do seio voltado para dentro e não para fora pode dificultar a pega do bebê. Nesses casos, o bebê não consegue sugar e puxa o seio com mais voracidade. Nos primeiros dias, poderá ser mais difícil para o bebê manter a pega. É possível ajustar a postura e colocar o bebê bem próximo ao corpo da mãe. Recursos como massagens no bico do peito também podem auxiliar os mamilos.

Assim que o bebê nascer, é recomendado o contato precoce com o peito, logo após o parto. Além disso, o estímulo constante da amamentação e fazer uma “prega” com a mão na mama são atitudes que podem ajudar o bebê a pegar corretamente o seio.

Falta de apoio e críticas

Amamentação e parto são temas que facilmente causam discussões entre quem tem opiniões divergentes. Muitas vezes, as conversas viram verdadeiras brigas e, nesse caso, a melhor solução é se informar. Ler livros específicos e buscar fazer cursos são boas alternativas.

Na hora da amamentação, é bom que haja um momento tranquilo, sem barulhos, para que o bebê e a mãe se concentrem e consigam passar por esse momento sem tumulto.